Top

O que é o Controle Patrimonial e qual é a sua importância?

ativo fixo patrimonio plus 2

controle patrimonial é tratado por muitos gestores como um mero procedimento burocrático. No entanto, manter os processos contábeis em concordância com a Lei e ter em mãos relatórios financeiros dentro das normas internacionais, são ações essenciais para garantir a credibilidade da empresa e, assim, alcançar maior desenvolvimento.

Podemos definir o controle patrimonial como o gerenciamento de todo o patrimônio que uma empresa possui, desde ativos tangíveis, até os intangíveis. Os tangíveis, referem-se a bens mensuráveis e físicos, como propriedades imobiliárias e veículos automotivos. Já os intangíveis referem-se aos bens não-físicos, de difícil mensuração ou que não possuem uma representação física imediata, como patentes e franquias.

A falta de controle patrimonial inviabiliza uma visão ampla e concreta sobre o momento econômico e a real situação financeira em que a empresa se encontra. Um simples cálculo incorreto acerca da depreciação de um ativo pode levar os gestores a pagar mais impostos do que deveriam, dificultando o acumulo de capital.

Realizar esse controle com atenção é determinante para a correta orientação do empreendimento, redução de riscos e incertezas e em casos de aquisição de créditos. Uma vez que traz credibilidade à empresa, atrai novos investidores e evita sanções fiscais, além de preparar a organização para realizar parcerias no mercado.

Como na economia tudo é variável e repleto de incertezas, é extremamente necessário o acompanhamento e a atualização periódica de depreciações ou de outros fatores relevantes. Além disso, a atenção com as mudanças legislativas garante uma gestão mais preparada e assertiva.

Com tantas informações e variações a serem consideradas, o auxílio de uma solução de Gestão Patrimonial é sempre importante para o correto controle patrimonial.

  • Relação de bens adquiridos por contas;
  • Relação de bens adquiridos por fornecedor;
  • Relação de bens adquiridos por centro de custo;
  • Relação de bens adquiridos em um determinado período;
  • Resultado da Correção e Depreciação por centro de Custo;
  • Relação de bens Baixados;
  • Razão auxiliar em Ufir;
  • Resumo para contabilização em relatório ou em arquivo texto contendo os lançamentos para serem importados na contabilidade;
  • Resumo da correção e depreciação; Ficha anual detalhada do bens;
  • Ficha anual por grupo de bens;
  • Cadastro de seguradoras;
  • Controle do vencimento da apólice e apropriação mensal na contabilidade;
  • Requisição e Autorização para conserto;
  • Relação de bens em manutenção;
  • Controle dos contratos de manutenção;
  • Controle de bens em garantia. Inicio e fim da aquisição ou conserto;
  • Acompanhamento de bens para revisão;
  • Emissão da autorização dos serviços pelo responsável;
  • Cadastro do relatório técnico da saída e entrada;
  • Relação de bens e seus agregados;
  • Contabilização das baixas e aquisições;
  • Cadastro de “bens” com a opção de lançamento de acréscimos;
  • Lançamento de baixa parcial ou total;
  • Opções de relatórios de todos os cadastros efetuados pelo sistema;
  • Cadastro do fator de atualização monetária: UFIR, DOLAR e outros;
  • Integração automática com a Contabilidade das operações de aquisição e baixa;
  • Emissão de planilha para conciliação com a contabilidade;
  • Apuração e listagem de baixa;
  • Backups automáticos e compactados;
  • Controla o limite de depreciação automaticamente;
  • Configuração dos critérios para calculo, inicio e fim da depreciação;
  • Conversão automática em outras moedas;
  • Assessoria permanente, atualização de versões com as alterações de legislações e implementações;
  • Permite o uso da senha de segurança para acesso as rotinas.

 


versão - outubro 2018